Educação

III Colóquio de Língua e Educação Indígena é realizado com grande êxito na Aldeia Fulni-ô

Publicado dia 28/07/2017 às 10h13min | Atualizado dia 04/09/2017 às 13h27min
Evento contou com momento histórico para comunidade acadêmica do Nordeste

Nesta quarta (26/07) e quinta-feira (27) foi realizado o III Colóquio de Língua e Educação Indígena na Aldeia Fulni-ô em Águas Belas (PE), evento referência na vida acadêmica local.

 

O evento foi marcado por importantes oficinas e mesas redondas, como falou a professora doutora Fábia Fulni-ô: “A primeira edição do Colóquio foi realizada em 2013. A segunda edição do Colóquio foi realizada em 2014. Após dois anos sem realizar o Colóquio, por motivos diversos, decidimos, neste ano de 2017, reeditá-lo, tendo em vista a constante procura pelos interessados e obviamente o nosso próprio interesse e o sentimento de necessidade de mantê-lo”.

 

Ainda segundo a professora Fábia, o evento tem grande importância para a comunidade: “A relevância do Colóquio aqui apresentado traduz-se nos benefícios que ele parece ter trazido para a comunidade à qual ele é destinado em primeiro lugar, a comunidade Fulni-ô, que tem uma população de 5.000 indivíduos (aproximadamente) e uma escola que atende a mais de 1.200 alunos, da educação infantil ao ensino médio. Há ainda uma população de jovens e adultos jovens que frequentam cursos de Letras e Pedagogia, mas também outras licenciaturas, nas faculdades da região, sem muito acesso aos eventos acadêmicos que, com raras exceções, acontecem nos grandes centros e nem sempre se destinam a esse público específico. Traduz-se também na oportunidade de trazer informação sobre as questões étnicas de diversidade e igualdade atualmente tão em voga na ideologia nacional, e ainda na possibilidade de proporcionar conhecimento sobre as línguas indígenas brasileiras de modo geral e, em particular, sobre a língua Yaathe, a língua materna dos Fulni-ô e única língua indígena sobrevivente no Nordeste Brasileiro”.

O III Colóquio Língua e Educação Indígena na Aldeia Fulni-ô contou com 02 Conferências, 01 mesa-redonda e 07 oficinas, várias apresentações culturais e exposição/venda de artesanatos Fulni-ô. Outro evento de grande importância dentro do próprio Colóquio foi a defesa do mestrando Elvis Ferreira de Sá, índio Fulni-ô. Uma banca formada por professores doutores especialistas em Linguística e Línguas Indígenas vieram à aldeia Fulni-ô para este evento especial.

 

 

 

 

Fonte: Ildebrando Gutemberg


Fale Conosco

Rua da Esperança 18, Ipanema Águas Belas - PE
(87) 9961-38039 | (87) 9816-45063 |
contato@igsweb.com.br