Educação

Dia do Professor – Nota do SINDUPROM – PE

Publicado dia 14/10/2017 às 21h02min | Atualizado dia 19/10/2017 às 11h04min
Um dia para refletir

Quase sempre tenho náuseas no dia do professor. O conjunto de atividades festivas que marcam esse dia me inviabiliza. Desta forma, chego a pensar que esse dia na escola assemelha-se mais a uma festa de cortesia do que propriamente a uma valorização do profissional que apesar dos desmandos não deixa de se comprometer. Portanto, resiste ao desmonte da educação básica pública laica e gratuita.

Para refletir melhor sobre isto, sugiro pensar que ao longo desses anos um ataque agressivo aos direitos dos professores é matéria frequente na imprensa e nos anais acadêmicos. Isto, nos remete a um território sem lei que pode ser mensurado pela insatisfação que é amiga íntima dos professores que são festejados nesse dia. Ou seja , qual é a lógica de se comemorar um dia e condenar os restantes ao descaso.

Estamos desencontrados, desestimulados, desrespeitados, decepcionados e pior, desesperançados. É essa a nossa realidade. Pergunto portanto, por que esquecer cinicamente isso no dia dos professores. Será que nos anoitecemos, que nossas dúvidas nos enfraqueceram, que nossas angústias não têm cura, que as cartas desse baralho são marcadas. Entretanto, não podemos esquecer que sozinhos poderemos ser bons mas juntos somos melhores.

Então, mesmo alguns tentando nos convencer de que estamos bem tratados, basta um tempo sem preguiça, uma lucidez generosa e uma mente crítica para descobrirmos que somos traídos: pelos decretos, pelas reformas, pelos projetos de lei, pelos acordos eleitorais, pelas resoluções e pareceres. Enfim, pela visão empobrecida de um país sobre aqueles que salvam almas, estimulam saberes, fomentam conhecimento, acolhem indivíduos em formação, aconselham, abraçam, sorriem com eles e acima de tudo escolarizam.

Por que então, no dia dos professores, no lugar de bolos de festa e discursos flácidos, não temos eventos de apoio à lei do piso nacional salarial dos professores, à punição ao assédio moral, a um plano de cargo e carreiras digno, a um plano de saúde que realmente funcione, a uma jornada de trabalho humanizada e um ambiente de trabalho menos promíscuo.

Desejamos um dia dos professores diferente.

Sindicato é para lutar. SINDUPROM É REALIDADE.

Josenildo Vieira de Melo – Presidente do Sindicato Único dos Profissionais do Magistério Público nas Redes Municipais de Ensino no Estado de Pernambuco – SINDUPROM – PE.

Fonte: Josenildo Vieira de Melo


Fale Conosco

Rua da Esperança 18, Ipanema Águas Belas - PE
(87) 9961-38039 | (87) 9816-45063 |
contato@igsweb.com.br