Notí­cias

Doações: Criança de 08 anos luta deseperadamente contra câncer e precisa de ajuda

Publicado dia 04/01/2020 às 13h51min
Garota Dayane precisa de doação de sangue e de medula para continuar vivendo. Qualquer um pode ser um potencial doador, salve uma vida, leia

O caso da garota Dayane Alves da Silva de apenas 08 anos, tem se agravado nos últimos dias. A criança, que tem travado uma luta desesperada contra o câncer, vê agora sua esperança nas mãos de algum doador compatível que possa realizar este ato simples, mas heróico de doar medula. 


A garota ficou conhecida após seu pai gravar um vídeo, que foi largamente compartilhado por moradores de sua cidade natal, Águas Belas, no qual relatava o diagnóstico da filha e fazia um apelo para que as pessoas  o ajudasse. Este vídeo trouxe à tona o caso que emocionou aqueles que tiveram acesso a esta triste história

No entanto, mesmo com algumas ajudas de cunho logístico e financeiro, o quadro de saúde de Dayane continuou agravando-se.  Agora ela está na UTI do hospital do IMIP no Recife, pois a menina diagnosticada com leucemia há 08 meses, precisa de uma ajuda providencial: um transplante de medula óssea, além de transfusões de sangue periódicas. 

Urgente!

Recentemente, a família e amigos empenhados na causa, lançaram uma campanha, em regime de urgência, tendo em vista que encaminha-se para as últimas sessões de quimioterapia da garota, e a única solução para um final positivo é conseguir doadores de sangue, de qualquer tipo para que possam estar repondo o banco de sangue daquela instituição, pois são as transfusões que têm garantido a sobrevivência de Dayane, e um doador compatível de medula, para que assim possam resolver o problema em definitivo.

Como ajudar? Como fazer as doações?

Um gesto muito simples, mas que fará uma diferença entre a vida e a morte na vida de uma criança, e quase a totalidade dos que leem esta matéria podem contribuir. Na doação de sangue, qualquer pessoa em bom estado de saúde, pode contribuir indo até o HEMOPE mais próximo. Para quem é de Águas Belas, tem uma sede do hemocentro em Garanhuns, na Avenida Gonçalves Maia, bairro Heliópolis, por trás do Hospital Regional Dom Moura, de terça a quinta-feira,  nos horários das 13h30min a 17h30min. Dúvidas sobre horários e atendimentos, ligar: (87) 3761-8520.

No mesmo Centro, o doador de sangue, também pode optar em fazer o teste de compatibilidade de doação de medula. Mais uma vez, o processo é muito simples, onde a partir do próprio sangue coletado é realizado um cruzamento de dados para saber. Caso seja compatível, o futuro doador pode optar em fazer o procedimento ou não.

Como é feita a doação de medula óssea? 

Segundo o site do REDOME do Instituto Nacional do Câncer, a doação pode ser feita de duas formas:

-A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação de 24 horas.

– A medula é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções.

– O procedimento leva em torno de 90 minutos.

– A medula óssea do doador se recompõe em apenas 15 dias.

– Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples.

– Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana após a doação.

Há outro método de doação chamado coleta por aférese. Neste caso, o doador faz uso de uma medicação por cinco dias com o objetivo de aumentar o número de células-tronco (células mais importantes para o transplante de medula óssea) circulantes no seu sangue. Após esse período, a pessoa faz a doação por meio de uma máquina de aférese, que colhe o sangue da veia do doador, separa as células-tronco e devolve os elementos do sangue que não são necessários para o paciente. Não há necessidade de internação nem de anestesia, sendo todos os procedimentos feitos pela veia.

A decisão sobre o método de doação mais adequado é exclusiva dos médicos assistentes, tanto do paciente quanto do doador, e será avaliada em cada caso.

Vantagens de ser um doador:

Desde o dia 02/05/2018, a Lei 13.656/2018, isenta doadores de medula óssea e beneficiários do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos da administração direta e indireta em órgãos ou entidades de qualquer dos Poderes da União. A Lei vale para os editais publicados a partir de sua publicação. Segundo o site Jornal Daqui, lista 5 benefícios, além dos descritos acima para doadores, acesse este link para saber

5 benefícios que os doadores de sangue tem e quase ninguém sabe - Daqui
Veja mais em: CLIQUE AQUI

Fonte: Ildebrando Gutemberg