Notí­cias

Moradores e comerciantes de Águas Belas reclamam das “festas” no centro da cidade em plena pandemia

Publicado dia 03/08/2020 às 21h09min | Atualizado dia 03/08/2020 às 21h18min
Apesar do retorno das atividades, o novo normal, ainda não é normal, e ameaça a saúde pública, além da denúncia de som alto até altas horas e uso de drogas pode está ocorrendo no local

Moradores e comerciantes do centro da cidade procuraram o blog para expor uma situação, que segundo eles tem tirado o sono literalmente. A primeira, é que mesmo ainda estando em um período que deveria ser marcado pelo afastamento social ou no mínimo, a preocupação com alguns cuidados básicos para com a saúde de cada indivíduo e da coletividade, o que estas pessoas relataram é exatamente o inverso: o acúmulo de pessoas, todos sem máscaras, se bebendo e dançando sem qualquer preocupação.

 

Lembrando que entre o primeiro caso confirmado no dia 29/04/2020, até agora, Águas Belas possui 586 confirmados de covid-19, segundo o boletim diário da prefeitura, totalizando até o momento 22 óbitos.

 

Além do segundo problema que tem tirado a paz destes moradores: o barulho. Com centenas de pessoas amontoadas em um espaço marcado por muito som alto e uso de bebidas, além da suspeita de uso de drogas ilícitas no local, a segurança é outra preocupação. Algo que foi confirmado por algumas pessoas que afirmaram encontrar diversos “pinos”, que são embalagens usadas normalmente para carregar pequenas quantidades de cocaína.

 

Segundo os moradores, a Polícia já foi alertada sobre os fatos, ao receber as denúncias, foi uma vez, mas tudo voltou ao normal nos demais dias. O Ministério Público também foi acionado, através de uma denúncia oficial, mas nada foi feito até então. A situação não tem sido fácil, onde nas proximidades moradores idosos não dormem com o barulho ocasionado com as “festas”, que de forma rotineira, começam nas quintas e só tem fim nas segundas pela manhã.

Fonte: Ildebrando Gutemberg