Polí­tica

Doriel Barros critica aumento da pobreza e retorno do Brasil ao Mapa da Fome

Publicado dia 17/10/2019 às 03h04min | Atualizado dia 22/10/2019 às 18h22min
Com críticas ao Governo Federal, o deputado Doriel Barros (PT) registrou em Plenário o Dia Mundial da Alimentação, celebrado nesta quarta (16), e o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, que ocorrerá nesta quinta-feira (17).

Com críticas ao Governo Federal, o deputado Doriel Barros (PT) registrou em Plenário o Dia Mundial da Alimentação, celebrado nesta quarta (16), e o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, que ocorrerá amanhã. “Nesta data em que poderíamos estar comemorando, nosso País nos envergonha, pois volta ao Mapa da Fome e aumenta as desigualdades sociais”, alertou.

No pronunciamento, Barros destacou que, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o Brasil está voltando ao Mapa da Fome, com o  crescimento da pobreza nos últimos anos. E chamou a atenção para pesquisa do IBGE divulgada hoje que aponta uma diferença recorde entre os rendimentos de pobres e ricos. Ele atribuiu a tendência a “políticas desastrosas do Governo Bolsonaro”.

“Infelizmente, esses índices mostram que o nosso País está fazendo o caminho de volta, num processo de retrocesso bastante aprofundado. Estamos indo na contramão das políticas implementadas pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tinha o combate à fome como prioridade”, avaliou. O petista criticou cortes no Programa de Aquisição de Alimentos e no Programa Nacional de Alimentação Escolar, voltados para a agricultura familiar.

O parlamentar também mencionou a Reforma da Previdência, a venda de patrimônio brasileiro e a liberação de agrotóxicos como agravantes. “Este processo desastroso está provocando recessão, levando o povo à miséria e aumentando a distância entre ricos e pobres”, disse. “O povo quer um país justo, soberano, com oportunidades e alimentação na mesa, e a agricultura familiar é um instrumento para acabar com a fome e a miséria no Brasil”, defendeu.

Sessão plenária da ALEPE desta quarta-feira (16)

Fotos: Roberto Soares

Fonte: Alepe