Cultura

De Águas Belas: Mãe e filho lançam livros em importante evento em São Paulo

Publicado dia 23/05/2022 às 23h13min | Atualizado dia 23/05/2022 às 23h54min
Cida e Rafael Quelé são unidos por laços sanguíneos e paixão pela escrita, veja esse belo exemplo:

Ocorreu na cidade de São Paulo, no sábado 07/05, o 11º Livros em Pauta (LEP/2022), promovido pela Andross Editora e pelo Selo Simbiose, no qual foram lançadas nove coletâneas de contos, crônicas, poemas e microcontos, com textos de escritores das mais diversas regiões do Brasil, inclusive alguns de Águas Belas: Rosyelly Araújo, Geóz Rodrigues, Aparecida Carvalho, Cida Quelé e Rafael Quelé. Além destas coletâneas, foram lançados também nove livros solos, dos quais destaco os dos nossos escritores conterrâneos: Ração para Traças, livro de poemas de Rafael Quelé e 80 Pontinhos, livro de microcontos, de Cida Quelé.

 

Rafael Quelé é um jovem universitário de apenas vinte anos de idade, cujo interesse pela escrita despertou ainda na infância, antes mesmo de saber escrever, quando criava e desenhava as suas histórias, sua mãe as escrevia e sua avó costurava os seus livrinhos. Logo cedo adquiriu o hábito da leitura e continuou a escrever suas histórias. Durante o Ensino Médio, passou a produzir poemas, como uma forma de contestar e desabafar situações diversas. Seu sonho de publicar um livro ficava mais forte a cada ano.

 

Em 2018, publicou pela primeira vez um poema seu na antologia da cidade de Piranhas-AL e, desde então, passou a enviar os seus textos para algumas antologias e coletâneas. Em 2019, iniciou o trabalho de seleção e organização dos seus poemas com o editor Edson Rossatto para publicá-los pelo Selo Simbiose, da Andross Editora. Entretanto, o sonho da publicação do livro foi adiado por dois anos, por conta da pandemia.

 

“Ração para Traças é uma coletânea com quarenta poemas tão sugestivos quanto seu título. Ao longo das páginas, que um dia servirão de alimentos para insetos, encontram-se os sentimentos e temas que permeiam o processo criativo de seu autor: raiva, liberdade, melancolia, amor, ansiedade e morte.”

 

A professora Cida Quelé, membro efetivo da UBE Núcleo Arapiraca, vem publicando seus textos em antologias desde 2018, aqui pelo Nordeste; em 2019, participou pela primeira vez de uma coletânea da Andross Editora, com o conto Um Porto Seguro, que foi eleito o melhor texto desta coletânea, e por isso a escritora foi uma das ganhadoras do Prêmio Strix de Literatura do ano de 2019, cuja divulgação do resultado e a premiação só ocorreram durante o LEP/2022, por conta da pandemia.

 

80 Pontinhos é um livro de microcontos, que se concretizou a partir de estudos e maratonas de produções de microcontos, promovidos pelo editor Edson Rossatto, escritor e estudioso deste gênero há algumas décadas, que percebeu o potencial das produções da professora Cida Quelé e de outros escritores participantes destes momentos de produções. Por isso, durante o LEP/2022 houve vários lançamentos de coletâneas e de livros solos exclusivos de microcontos, cuja leitura rápida e instigante vem conquistando os leitores e estimulando as pessoas a se aventurarem pelo incrível mundo da escrita.

 

Ambos os livros estão sendo vendidos:

  • Pelo Instagran @macida.quele e @rafa_quele
  • Na loja A CASA – Cama, Mesa, Banho – Rua Santa Cruz, 04 Centro. Águas Belas – PE
  • Pelo WhatsApp (87) 996064917
  •  

 

 

Fotos: Divulgação

Fonte: Redação IGS Web