Notí­cias

Sindicato: Liberação de crédito, reestruturação de associações e assistência a produção

Publicado dia 04/02/2022 às 19h21min | Atualizado dia 11/03/2022 às 01h04min
Janeiro de conquistas: Mais de 395 mil reais em crédito e projeto em parceria com o IFPE para expandir produção sustentável e quase 100 mil reais em benefícios previdenciários e aposentadorias liberadas

Dando início a 2022, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – STR de Águas Belas realizou uma série de ações e deu seguimento a algumas decisões que tem dado certo e marcou de forma positiva o último ano.

 

A primeira delas é sem dúvida a luta pelo acesso ao crédito, que apesar do número de trabalhadores e trabalhadoras que buscaram essa ferramenta financeira, o STR tem buscando expandir. No último ano foram mais de 04 milhões e 700 mil reais liberados para produtores/as locais pelo Banco do Nordeste. Este mês, o Sindicato já conseguiu 44 contratos liberados no valor de 06 mil reais cada, o que somados totalizam 264 mil reais. E mais de 100 propostas de novos contratos. Em outra linha, ainda pelo Banco do Nordeste com o projetista do STR Rivaldo, foram liberados 05 contratos totalizando 131 mil reais. Finalizando a questão relativa ao crédito, diretores do Sindicato foram até Bom Conselho e tiveram uma reunião com representantes da Cresol no último dia 25/01, para abertura de contas e assinaturas de contratos.

 

 

Fotos: Divulgação

 

É válido ressaltar que algumas ações que são parte do dia a dia do STR que também trouxeram impacto econômico este mês: cerca de 100 mil reais liberados pela Previdência Social a trabalhadores e trabalhadoras referentes a benefícios, e cerca de 75.900 reais através de processos ganhos com o auxílio de advogados do Sindicato: 10 aposentadorias e 03 salários maternidade, totalizando mais de 30 mil reais.

 

No quesito de organização das bases, o STR também tem se empenhado, haja visto as realizações de reuniões em algumas comunidades como: Balanças (08) e Meninos de Fora (16). As associações também tem sido pontos de atenção especial, onde o Sindicato tem auxiliado na organização destas, do ponto de vista legal, oferecendo assessoria jurídica e contábil.

 

Na questão da produção, no último dia 14/01, uma reunião que teve a presença de representantes de associações, contou com a presença também do professor José Carlos do Instituto Federal de Pernambuco – IFPE que apresentou o “Projeto Nossa Semente”: “A conservação da diversidade genética de variedades crioulas, através dos conhecimentos tradicionais e científicos, é extremamente importante para assegurar a autonomia dos agricultores em aspectos sociais, ambientais e econômicos ligados à produção. O projeto tem objetivo de capacitar os agricultores como multiplicar e preservar a diversidade genética de variedades crioulas (tipos de sementes que estão nas comunidades por muitos anos e são passadas de geração em geração), além de difundir conhecimentos. Será feito um resgate com agricultores do município e da região. Com a multiplicação das sementes com maior potencial, busca-se evoluir para construção de um banco de sementes municipal para atender cada vez mais famílias.  Com essas ações multiplicaremos e também conservamos essas sementes, que de certa forma, trazem a história de cada comunidade”, afirmou o professor Carlos.

 

Segundo o presidente do STR, Tavares Leite, os trabalhos e ações realizadas pelo Sindicato só é possível graças aos delegados de base: “Contamos com o auxílio e empenho dos delegados de base que estão na ponta e fazem todo o trabalho de articulação em suas comunidades. Sem eles, seria impossível essas ações. Por isso em pesquisa recente, recebemos um prêmio como melhor Sindicato de classe, com a aprovação de uma quase totalidade dos entrevistados”.     

 

 

Fotos: Divulgação

Fonte: Ildebrando Gutemberg / Redação do IGS Web