Opinião

Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa por Israel Crispim

Publicado dia 15/06/2021 às 13h23min | Atualizado dia 25/06/2021 às 18h03min
Entre as várias formas de violência contra pessoa idosa, estão: a violência física, psicológica; institucional, patrimonial e sexual, também a negligência, o abuso financeiro e a discriminação. Veja:

15 de junho, Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, traz uma reflexão que nos leva a observar que o Movimento Sindical Rural, nos três níveis de sua organização (Contag, Federações e Sindicatos) ainda tem muitos limites para superar junto às idosas e idosos do campo, mas seguimos aprendendo com e na defesa dessas pessoas tão importantes para nosso movimento.

Com a pandemia do novo coronavírus ficou ainda mais evidente a nossa importância para o movimento e a sociedade. É o recurso da nossa aposentadoria, do BPC e o nosso trabalho que está garantindo a vida da maioria das famílias no campo e nas cidades.

Na pandemia foi devastadora a quantidade de idosos que faleceram vítima da Covid-19. A vacina ainda demora a chegar na maioria dos pequenos e médios municípios, por irresponsabilidade do governo Bolsonaro. As violências física, psicológica e financeira aumentaram significativamente. Mas enquanto movimento nos esforçando para conter esses abusos, especialmente com nossos programas de rádio onde buscamos orientar nossas/os associadas/os.

As políticas públicas destinadas aos idosos são ainda muito frágeis. Por isso nós entendemos que precisamos continuar pressionando o Estado por uma política de proteção e cuidado. Inclusive rejeitando essa proposta absurda da Organização Mundial de Saúde (OMS) de classificar a velhice como doença.

A Fetape tem contribuído muito por uma política de valorização dos idosos e idosas do campo, mais sabemos que precisamos fazer muito mais. E faremos.

 

CONTAG

Dados do Disque 100 revelam que, só neste primeiro semestre de 2021, já foram registrados cerca de 34 mil casos de violações de direitos humanos da pessoa idosa. Situação que se agrava ainda mais nesse período da pandemia.

 

Entre as várias formas de violência contra pessoa idosa, estão: a violência física, psicológica; institucional, patrimonial e sexual, também a negligência, o abuso financeiro e a discriminação.

 

A CONTAG, Federações e Sindicatos filiados denunciam todas as formas de violência e reafirmam a continuidade da luta por reconhecimento e pelos direitos dessa importante geração do campo brasileiro.

Fonte: Israel Crispim

ÚLTIMAS Notícias



Fale Conosco

Rua da Esperança 18, Ipanema Águas Belas - PE
(87) 9961-38039 | (87) 9816-45063 |
contato@igsweb.com.br